Informativos
Visualizar no navegador | Enviar para um amigo
 
 
 
Informativos | Notícias | Contato
Jovens Sem Rumo

Olá, como vai?!

Quero compartilhar contigo a matéria que publicamos na última edição da Revista Mundo Sindical, sobre a situação dos jovens brasileiros que é desesperadora. Principalmente os jovens de família carente, que não têm acesso a boas opções de cursos de formação!


Cabe uma profunda reflexão, pois esses jovens são o futuro da nação e sem trabalho e formação de qualidade terão subempregos!


 

Beijos,

Sandra Campos

Revista MUNDO SINDICAL


Jovens sem Rumo


A qualificação dos jovens para o mercado de trabalho deveria ser uma das grandes preocupações dos sindicatos e das centrais sindicais neste momento, agindo de mãos dadas com entidades públicas e privadas em condições de multiplicar a oferta de cursos profissionalizantes. Nossos jovens estão sem rumo, sobrevivendo de bicos, de empregos precários e intermitentes ou tendo que ser amparados pelos pais ou avós aposentados. São milhões adiando sonhos, em especial os mais carentes, sem trabalhar, sem estudar.

Temos a crise econômica provocada pela Covid-19 (PIB recuou 4,1% em 2020), consequência da queda na atividade industrial, da redução da oferta de empregos no varejo e em algumas atividades nos setores de serviços e alimentação, muito em função da queda do poder aquisitivo. A esse cenário, soma-se a eliminação de postos de trabalho na esteira do avanço da tecnologia, como no setor bancário. Em contrapartida, há ofertas de vagas em setores que demandam maior especialização. É preciso agir contra o desemprego e contra os empregos precarizados por falta de qualificação.

Uma pesquisa feita pela consultoria IDados, com sede no Rio de Janeiro, e divulgada pelo jornal “O Estado de S.Paulo” em 14/12/2020, revela a estarrecedora situação enfrentada por nossos jovens de até 24 anos. Mais de dois terços, ou 77,4% segundo a IDados, sobrevivem de empregos considerados de baixa qualidade, nem sempre com registro em carteira. São 7,7 milhões de jovens nessa situação. Em torno de 90% deles recebem entre R$ 398 e R$ 539 por mês. E 75% têm menos de três anos de serviço e pouca experiência.

São em geral os mais sujeitos a demissões em casos de crise, como a que atravessamos, e os que, por falta de qualificação, têm maior dificuldade de recolocação. Entre as pessoas de 25 a 64 anos, cai para 39,6% o percentual dos que enfrentam situação de vulnerabilidade similar no emprego. E fica em 27,4% entre pessoas com mais de 65 anos. “No mundo todo, o jovem tem uma renda menor e maior dificuldade de se colocar no mercado. Mas, no Brasil, os percentuais indicam uma qualidade do emprego pior por causa da maior rotatividade e da informalidade (no mundo, os porcentuais estão em torno de 60%)”, disse à repórter Renée Pereira o economista Bruno Ottoni, pesquisador do IDados e responsável pelo trabalho.

Se nada for feito com urgência e com iniciativas em âmbito nacional, teremos toda uma geração de jovens marcada pela desesperança, sem perspectivas, sem poder realizar os sonhos próprios desta idade, como conseguir um bom emprego, comprar uma moto, um carro, viajar, adquirir um imóvel e constituir a própria família. Sem qualificação, não conseguem o emprego de seus sonhos e perdem o chão. Muitos, e em número cada vez maior, são arrastados para a criminalidade.

Pelo aspecto econômico, uma geração de jovens sem formação técnica e sem acesso aos avanços da tecnologia está mais sujeita à rotatividade no emprego - uma catástrofe para o aumento da produtividade; isso sem levar em conta que um terço desses jovens trabalha sem carteira assinada, não ter qualquer benefício nem indenizações em caso de demissão. E são sempre os primeiros a ser afastados em períodos de crise.

Ainda de acordo com o estudo da IDados, com base em números da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), do IBGE, quase metade dos jovens não contribui com a Previdência. Resultado: nunca se aposentaram. E como irão sobreviver na velhice?

 

Não deixe de nos acompanhar nas redes sociais:

Twitter - https://twitter.com/mundosindical
Facebook - https://www.facebook.com/mundo.sindical
Instagram - https://www.instagram.com/mundosindical/

 

 

 
Trabalhadores do Brasil e Itália denunciam desmonte neoliberal na pandemia
  Durante seminário internacional, CUT-SP e CGil Lombardia reforçam que governos dos dois países precisam inserir a classe trabalhadora nas políticas so...
VER MAIS

STF retira de pauta caso sobre FGTS com impacto de R$ 295,9 bi
  O processo discute se os valores do FGTS devem ser corrigidos pela TR ou por outro índice, como o IPCA-e
VER MAIS

UGT Participa de ato no consulado colombiano
   
VER MAIS

Educadores de todo o Brasil se solidarizam com a luta travada pelo povo colombiano que combate o neoliberalismo nas ruas
   
VER MAIS

Ninguém está a salvo até que todos estejamos a salvo, alerta diretor-geral da OIT em mensagem às Centrais
   
VER MAIS

Desafios do Teletrabalho
   
VER MAIS

Metalúrgicos do ABC realizam drive thru solidário amanhã em Rio Grande da Serra
  Posto de arrecadação estará na portaria da empresa Dura Automotive
VER MAIS

Violência atingiu 29,1 milhões de pessoas em 2019; mulheres, jovens e negros são as principais vítimas
  Um contingente de 29,1 milhões de pessoas sofreu violências física, psicológica ou sexual em 2019; a violência atingiu 19,4% das mulheres e 17,0% dos ...
VER MAIS

Sindicato dos Comerciários de SP é autorizado a comprar vacina contra Covid-19
  Decisão liminar afasta necessidade de encaminhar doses ao SUS; medida pode beneficiar quase 1 milhão de pessoas
VER MAIS

Delegação química participa de ato no Consulado da Colômbia em SP
   
VER MAIS

Sindicato inicia doações de alimentos no Maio Solidário
  Após o lançamento da Campanha Maio Solidário pela Diretoria Nacional do SINPAF, as Seções Sindicais da base já iniciaram as doações para ajudar as fam...
VER MAIS

IX Congresso da CNQ: balanço aponta conquistas para a categoria
  Mesmo com o cenário pós-golpe de 2016 e da pandemia, gestão da Confederação Nacional do Ramo Químico destaca os bons resultados
VER MAIS

NCST participa de mobilização coordenada pela Fenajud no dia 10 de Maio
  Atividade será realizada de forma híbrida, com participação de entidades parceiras e sindicatos filiados
VER MAIS

Trabalhadoras rejeitam proposta e retomam greve nas montadoras da LG
  Metalúrgicas exigem a mesma indenização paga aos companheiros de Taubaté
VER MAIS

Greve de trabalhadores da Colômbia derrota reforma tributária
  Repressão do governo de Iván Duque aos trabalhadores foi brutal e deixou mais de duas dezenas de mortos. Em SP, dirigentes da CUT realizaram nesta qui...
VER MAIS

UGT formula proposta de combate à fome e encaminha para o Congresso Nacional em caráter de urgência
   
VER MAIS

Presidente da CTB quer maior mobilização da militância nas redes sociais
   
VER MAIS

Centrais obedeceram protocolos sanitários contra Covid-19 no 1º de maio
  Dirigentes e equipe responsável pela realização do ato unitário do Dia Internacional do Trabalhador e da Trabalhadora testaram negativo para Covid-19 ...
VER MAIS

Entenda por que lucro de bancos cresce enquanto economia encolhe na pandemia
  Redução de custos e ajuda estatal estão entre os principais fatores; mais de 1,3 mil agências foram fechadas em um ano
VER MAIS

Sintergs faz vistorias no CAFF e na Escola de Saúde Pública
   
VER MAIS

 
 
 
 
 

Facebook Twitter YouTube