Informativos
Visualizar no navegador | Enviar para um amigo
 
 
 
Informativos | Notícias | Contato
Por falta de oportunidades, cresce o número de jovens que nem trabalham nem estudam

Olá, como vai?!

Já falei sobre esse tema, mas ele é tão desesperador quanto a situação do jovem brasileiro que nem estuda nem trabalha e não tem perspectivas para o futuro.

Esses jovens hoje sobrevivem dos pais e avós em sua maioria e se acomodaram nessa situação. Porém o tempo está passando, os avós vão morrer e os pais irão envelhecer e sua capacidade produtiva e financeira vai caindo. Quando se aposentam a maioria desses pais sobrevivem do salário mínimo que não sustenta uma família.

Vejo um outro ponto extremamente preocupante, esses jovens já sem condições para si ainda fazem filhos e muitos ainda tem mais de um. E na maioria das vezes uma relação que não se sustenta e se separam em poucos meses sobrando para a sociedade mais um ser indefeso, que também será sustentado por avós e bisavós!

Porém a idade chega para todos e essas pessoas vão falecer esse é o cenário real.

Esses milhões de jovens pelo Brasil afora tem pouca escolaridade ou quando muito tem o segundo grau completo, se submetem a sub-emprego pois não tem qualificação profissional. Muitos ainda vivem de pequenos bicos, enquanto são jovens ainda vai pegar qualquer coisa, mas à medida que a idade chega o corpo já não aguenta mais qualquer trabalho.

Claro que muitos vão dizer que é pura falta de vontade e iniciativa. E em parte eu concordo pois na mesma família tem o jovem que se dedica a estudar, correr atrás, levanta cedo e vai a luta e se interessa em fazer faculdade com programas do governo. E na cama ao lado tem um irmão que não correu atrás ficou sentado esperando com o mantra "aí não dou sorte"... triste.

Porém mesmo diante desse cenário o poder público tem que ter um plano para os "sem sorte"  pois essa conta vai sobrar para alguém pagar.

Hoje os jovens carentes saem do segundo grau com pouquíssimos conteúdos e conhecimentos.

A escola particular e a escola pública são mundos diferentes em qualidade e conteúdo.

Temos que ter programas profissionalizantes em cada esquina, assim os jovens terão mais oportunidades e se tivermos variedades de cursos os "sem sorte" não terão desculpas para não se profissionalizarem.

A desigualdade social influencia muito, pois pais que tem mais condições financeiras e tem empresa coloca o filho para trabalhar na empresa ou sempre arruma algo para o filho começar com algum amigo.

Já o pai mais humilde não tem essa oportunidade para dar ao filho e nem consegue pagar uma escola particular para proporcionar uma boa educação.

Na maioria das vezes os jovens têm vontade e garra mas faltam oportunidades e acabam escurecendo. Não podemos deixar isso acontecer.

Nós, sociedade, temos que cobrar e falar isso toda vez que encontramos nossos, senadores, deputados, prefeitos e vereadores, pois temos que crer no ditado "água mole em pedra dura tanto bate até que fura'!

O título desse e-mail é a primeira notícia deste informativo material da CUT.

 

Não deixe de nos acompanhar nas redes sociais:

Twitter - https://twitter.com/mundosindical
Facebook - https://www.facebook.com/mundo.sindical
Instagram - https://www.instagram.com/mundosindical/

Beijos,

Sandra Campos
Editoral da Revista e Portal Mundo Sindical
Celular 11-948-137-799

 
Por falta de oportunidades, cresce o número de jovens que nem trabalham nem estudam
  Especialistas apontam que redução de jornada de trabalho e incentivo a programas educacionais são alternativas para reverter o quadro. Reforçam também...
VER MAIS

Sindicato dos Bancários de SP envia ofício a Doria cobrando vacinação para bancários
   
VER MAIS

CUT organiza ato contra a fome, a carestia e pelo auxílio de R$ 600
  CUT e as demais centrais entregarão pauta de reivindicações aos presidentes da Câmara e do Senado. Entre os itens estão de auxílio de R$ 600 até o fim...
VER MAIS

Novo presidente da associação dos juízes do Trabalho defende direitos sociais
  Luiz Colussi defendeu "resistência constitucional" e homenageou dom Pedro Casaldáliga
VER MAIS

INSS começa a pagar 13º de aposentados e pensionistas na terça; veja calendário
  Pagamento antecipado da primeira parcela do benefício para aposentados e pensionistas da Previdência Social começa na próxima terça-feira. Boa parte d...
VER MAIS

SINTETEL e TIM iniciam negociações do PPR 2021
   
VER MAIS

Metalúrgicos do ABC: Campanha contra a fome arrecada mais de 100 toneladas de alimentos e produtos de higiene
  A Campanha "Na Luta Contra a Fome", organizada pelos Metalúrgicos do ABC, já arrecadou mais de 100 toneladas de alimentos e produtos de higiene e limp...
VER MAIS

Brasil bate a triste marca de 440 mil mortos nesta quarta-feira (19)
  Números confirmam que a curva de novos casos volta a subir
VER MAIS

Metroviários aceitam proposta do TRT e suspendem greve
   
VER MAIS

Senadores confrontam afirmações de Pazuello sobre compra de vacinas
   
VER MAIS

Nota Força Sindical: Todo apoio à greve dos Metroviários
   
VER MAIS

Motoristas e cobradores de São Paulo começam a ser vacinados
   
VER MAIS

CUT Campinas apoia distribuição de 100 mil absorventes a mulheres carentes
  Co-fundadora do Coletivo Mulheres Pela Justiça afirma que é importante acabar com o tabu sobre a menstruação
VER MAIS

Em greve vitoriosa, trabalhadores da Alfa Elevadores garantem PLR
  Greve na Alfa Elevadores, que durou três dias, além de garantir PLR aos trabalhadores, terminou com reajuste no vale-alimentação e outras conquistas
VER MAIS

Pandemia provocou quase 10 mil desembarques de plataformas da Petrobrás no RJ, ES e SP
  O Sindipetro-NF avalia que os números comprovam a ineficácia da política de prevenção à Covid-19 nas instalações da Petrobrás. Dados da ANP (Agência N...
VER MAIS

 
 
 
 
 

Facebook Twitter YouTube